O nome do jogo – CHICO AMARAL

[originalmente publicado em Obras comentadas da coleção do MAM-SP – 2007]

 

Desde o início de sua trajetória, Chico Amaral demonstra forte interesse em pesquisar relações possíveis entre forma e espaço, tempo e matéria, enunciado e significado, articuladas frequentemente por meio de referências da esfera da domesticidade, que captura e transforma em novos artefatos. Uma linha central na atuação do artista se baseia na análise do ideário de convenções e regras que conformam os sistemas reguladores de comportamento e existência social e algumas reinterpretações possíveis para estes preceitos. Constituindo-se essencialmente em operações de deslocamento simbólico de poderosa presença plástica, as correções que Chico promove verificam as incongruências deste sistema, procurando brechas para trazer à baila aspectos menos evidenciados em nossa amortecida experiência cotidiana no lidar com estes objetos e alargando as possibilidades de percepção e convivência com estes. Uma vez manipuladas pelo artista, suas peças se reapresentam ao mundo investidas de nova fisionomia e atribuições, ora “corrigidas”, passando a atuar como instrumentos de investigação e questionamento de sua própria função e significação, num processo de matizes tautológicos mas que escapa a um encapsulamento da linguagem.

Frente a tal práxis, é natural que o inesgotável espectro de potenciais referências contidas no repertório do cotidiano se apresente como fonte constante para as inquietações de Chico. No conjunto de trabalhos Jogo dos Sete Erros, o artista elege como ponto de partida o prosaico jogo de pingue-pongue, recombinando seus elementos e acrescentando outros de maneira a subverter, ou antes converter o aparato envolvido na atividade em si em outro jogo. Da alteração de escalas, distorção de formas e introdução de elementos em princípio alheios àquele contexto – como dispositivos sonoros e letreiros eletrônicos -, surge uma ambientação que compõe um jogo-armadilha, onde se percebe talvez tardiamente que dele participar implica voltar-se para a reflexão sobre o que é e, quem sabe, o que poderia ter sido. Deste rearranjo emerge uma espécie de mecanismo de fruição pautado na tensão do irresistível pelo improvável, em que a sensação de reconhecimento do artefato de lazer é assombrada pelo estranhamento gerado pela inversão ou distorção de escalas, formas e cores sobre ele operada. A trama que estrutura esse novo jogo, alicerçada pelas relações de alteridade a ele inerentes, é ainda envolta pela presença envolvente do humor, elemento que se sobressai na poética de Chico. Humor imediato mas sutil, silencioso, derivado de uma estranheza propositiva e a serviço menos do riso fácil que de uma leveza que potencializa a dinâmica de imersão a que o trabalho convida. A sedução desperta pela presença algo confortadora do componente lúdico num primeiro contato com a obra convive com o abalo de certezas instaurado pelo conjunto; de certo modo, é como se, ao término da experiência, prevalecesse um inefável sentimento de nostalgia pelo que ainda está por ser jogado.

Guy Amado

Anúncios

2 comentários sobre “O nome do jogo – CHICO AMARAL

  1. Caro Guy, foi uma surpresa receber do meu amigo G Orthof um link para este post. Queria te agradecer tardiamente por ter escolhido este trabalho para o projeto Obras Comentadas. Gosto muito de sua abordagem que revela a “armadilha” do jogo. Grande abraço, Chico.

    1. Caro Chico, surpresa tão boa foi ouvir de você justo aqui nesse blog recém-inaugurado, e via Gê, de quem acabo de me aproximar…que bom.
      Fico realmente feliz de vc ter gostado da minha escolha, o prazer foi todo meu. Para aquele livro do Mam-SP quis escolher dois trabalhos que lidassem com a ideia de jogo,
      foi um viés que considerei interessante entre vc e o Mariussi – para além do interesse pelos trabalhos em si, claro.
      Gostaria de saber mais de ti e tua produção, perdemos o contato…segues na luta, espero…?
      Grande abraço,
      Guy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s